Modelos para que te quero

Não é um problema trivial fazer previsões sobre quais as "melhores" técnicas, funções, modelos, ou métodos matemáticos de previsão de um surto epidémico de uma forma racional. Temos de considerar muitos aspetos ao mesmo tempo. Considere-se três:

  1. Complexidade vs Precisão: procura-se num modelo um equilibro entre a complexidade e precisão do ajuste. Não se quer um modelo muito complicado com muitos parâmetros livres e procedimentos estranhos, nem modelos simplistas sem capacidade para mimetizar situações e acomodar todos os dados disponíveis.
  2. Ajuste vs Predição: é uma visão de um só olho procurar modelos preditivos com erros de ajuste pequenos (desvio quadrático médio, correlações, etc, ...) embora isso seja o objectivo na maior parte dos trabalhoes publicados. É fácil perceber que nem sempre o melhor ajuste leva às melhores previsões. É tão mau falhar por muito como falhar por pouco. Precisaríamos da medida certa e construir um modelo que estivesse entre um modelo preditivo com erro pequeno e um outro com promessas de boas previsões a longo prazo.
  3. Robustez vs Sensibilidade: Se por um lado esperamos que o nosso modelo seja sensível às variações dos parâmetros de modo que acomode situações diferentes e que seja possível escolher os melhores parâmetros de ajuste, por outro esperamos ter construído um modelo robusto, estruturalmente estável, contra flutuações dos dados, erros numéricos, ruído nos dados, conhecimento insuficiente sobre os mecanismos da epidemia, etc, ...

Claro que todas estas dicotomias são, e correspondem, a dois lados da mesma moeda e não conseguimos ter tudo ao mesmo tempo. Dito isto precisamos de relaxar os requisitos do modelo e focarmos-nos na reprodutabilidade dos fatores principais da dinâmica temporal da epidemia, tais como: ponto de inflexão, tempo carácterśitoco de evolução, estabilidade assimptótica, pontos de bifurcação, etc, ...

No fundo pensar no fenómeno natural a que por estes dias estamos sujeitos contra nossa vontade.

Mais leituras aqui: Wuyue Yang, Dongyan Zhang, Liangrong Peng, Changjing Zhuge, Liu, Hong Rational evaluation of various epidemic models based on the COVID-19 data of China, (2020), arXiv:2003.05666

Criado/Created: 27-03-2020 [10:34]

Última actualização/Last updated: 24-06-2020 [09:15]


Voltar à página inicial.


GNU/Emacs Creative Commons License

(c) Tiago Charters de Azevedo