A democracia

... é um sistema formal. Formal na sua definição, formal nos procedimentos de construção e no que desencadeia.

Uma das mais visíveis e menos olhadas características deste nosso sistema representativo é a sua construção escrita, i.e. a construção dos programas eleitorais que cada partido oferece ao escrutínio de toda a população.

Claro que as propostas formais escritas não falam por si nem gritam, não sofrem ou choram, e por isso não é raro que de entre todos os fenómenos naturais que ocorrem antes das eleições o que está escrito passa imperturbado pelos dias até ao dia calendariamente marcado.

E é neste exercício dos dias que se larga a racionalidade escrita à sua e à nossa sorte e as palavras de um futuro prometido do bem comum parecem nunca ter sido escritas.

Mas é neste absurdo formal a que nos propomos escrutinar a verdade que ninguém lê.

Criado/Created: 18-10-2015 [22:02]

Última actualização/Last updated: 24-06-2020 [09:15]


Voltar à página inicial.


GNU/Emacs Creative Commons License

(c) Tiago Charters de Azevedo