Não deixa de ter uma certa graça

... que a formalização do conceito de externalidade, por exemplo a negativa para compensar efeitos negativos da poluição aumentando o preço de um produto, revela um certo conservadorismo inscrito na sua própria definição, e favorece uma certa ideia de modelo económico. Uma definição não inocente, com bagagem ;)

Daqui facilmente se percebe a naturalidade da conclusão a que se chega ao considerar-se a externalidade posicional na mesma categoria que as outras (negativas, positivas, sejam de consumo ou produção) e na inevitabilidade de toma-la nisso uma intrusão na economia ou numa regulação social.

Espertos os economistas!

Criado/Created: 27-06-2018 [17:48]

Última actualização/Last updated: 24-06-2020 [09:15]


Voltar à página inicial.


GNU/Emacs Creative Commons License

(c) Tiago Charters de Azevedo