Poder podíamos. Era a mesma coisa.

Há um jogo de teimosia ideológica que tem regras simples e que se joga nas redes sociais e nos artigos de opinião nos ocs. O jogo não é novo sequer. Aparece disfarçado de muitas formas mas quando enquadrado num cenário de um fenómeno natural de uma evolução de epidemia à escala planetária tem outro significado, a revelação de um aproveitamento político sem consciência, sem empatia e carregado de má vontade. Quem joga o jogo dita também as regras e coloca a responsabilidade da ação no estado para a resolução da situação preservando para si o pedestal da conduta recta das posições ideológicas que professa.

Funciona assim: "se o governo <...> então <...>. Logo esta frase é verdadeira e eu tenho razão e tu não."

O jogo é o mesmo expresso no paradoxo de Curry: "Se o pai Natal existe então esta frase é verdadeira."

A dissolução do paradoxo é fácil de resolver e expressa a refilisse de quem o afirma e que pode ser expresso ainda de uma forma mais infantilizada: se eu tenho razão então tu és estúpido.

Dois gráficos que mostram que não somos diferentes.

Lag plot a um dia

Comportamento tipo potência

Mas a pergunta pode manter-se por teimosia. Podíamos nós em Portugal ter feito as coisas de maneira diferente?

Poder podíamos e era a mesma coisa.

Não fiques em casa porque o estado te obriga, fica em casa porque os médicos te pedem.

P.S.

Criado/Created: 05-04-2020 [12:36]

Última actualização/Last updated: 24-06-2020 [09:15]


Voltar à página inicial.


GNU/Emacs Creative Commons License

(c) Tiago Charters de Azevedo